Blog

Como criar um programa de Mentoring de alto impacto em cinco passos

O Mentoring é uma ferramenta importante para os ambientes corporativos e para os pequenos e grandes empresários. Ele pode trazer boas ideias e criar um ambiente propício para o crescimento pessoal e profissional. Esse é um programa que vem crescendo cada vez mais nas grandes empresas.

Estima-se que cerca de um quarto das empresas norte-americanas já usam algum programa de Mentoring para melhorar o ambiente profissional. Quando comparado a mesma estimativa em 2007, esse número mostra um crescimento rápido. Na época, apenas 4 ou 5 por cento das empresas adotavam a Mentoria. E isso acontece por bons motivos.

O programa de Mentoria é excelente em empresas que têm funcionários jovens e novos na vida profissional. Esses futuros talentos precisam e querem Mentores que possam ajudar a construir sua carreira. Dessa forma, os novos talentos podem aprender com os antigos. Isso cria um ambiente de trabalho propício para o crescimento e que valoriza a troca de experiência entre os profissionais. Essas empresas costumam ter profissionais mais bem preparados e satisfeitos com o seu trabalho.

Apesar disso, o projeto de Mentoring não precisa ser feito apenas nas grandes corporações. Ele pode acontecer de diferentes formas. Para mostrar isto, listei alguns exemplos de como pode acontecer:

  • Um Coach com experiência de mercado pode criar um programa de Mentoria individual onde mostra para novos Coaches alguns caminhos para conquistar os primeiros clientes.
  • Um empresário que conseguiu diminuir os custos de sua empresa através de iniciativas inovadoras pode criar uma Mentoria em grupo onde outros empresários buscam diminuir os custos.
  • Uma pessoa que emagreceu pode criar um programa com opções de Mentoring individual ou em grupo onde ensina o seu caminho para o emagrecimento.

São muitas as oportunidades para criar um programa de Mentoring. Todos têm algo para ensinar para quem deseja aprender. Pensando nisso, eu escrevi esses cinco passos para você criar uma Mentoria de alto impacto:

Passo 1: Desenhe o seu programa

Antes de começar a desenhar o seu programa de Mentoria, eu quero que você tenha em mente que este é um processo muito diferente do Coaching. O principal ponto do Mentoring é a troca de experiência entre uma pessoa com mais bagagem e outra com menos. Enquanto o Coaching é um processo que busca despertar as habilidades do cliente. Eu explico melhor a diferença entre os dois aqui!

Sabendo essa importante diferença, você já pode começar a montar o seu programa de Mentoring. E o primeiro passo para isso é fazer duas importantes perguntas. Por que eu estou começando esta Mentoria? Qual objetivo quero proporcionar aos participantes deste programa?

Para responder essas perguntas, você deverá conhecer muito bem o seu público-alvo. Entenda quem são as pessoas que você deseja ajudar, onde elas estão, o que elas precisam, quais os valores que procuram em suas vidas e carreiras e o que as motiva. Essas respostas trarão um objetivo claro para o seu programa e fará as pessoas ficarem mais atraídas para os resultados que você oferece. Seja em grandes empresas ou para nichos específicos.

Um planejamento de sucesso precisa de uma boa estrutura e flexibilidade. A estrutura oferece um fluxo de trabalho para que os participantes do Mentoring sigam e ainda ajuda a alcançar os objetivos definidos. Já a flexibilidade permite criar metas específicas e individuais para a realidade de cada um dos participantes do programa.

Além desses pontos, você deve levar em consideração os seguintes pontos na hora de planejar a Mentoria:

  • Como as pessoas se inscreverão para participar?
  • Qual o formato de Mentoria utilizará?
  • O programa será individual, em grupo ou por projeto?
  • Qual o tempo de duração do Mentoring?
  • Quais são os aspectos e impactos sociais?

Uma forma de construir o programa com todas essas informações que citei anteriormente é construir um diagrama explicando cada um dos passos. Você pode criar, dessa forma, diferentes aspectos e características que levarão as pessoas para o próximo passo do projeto.

Passo 2: Atraia pessoas para o programa de Mentoria

Com um programa de Mentoring criado, você deve buscar participantes para ele. Sem os clientes, o projeto não poderá ir muito longe. Eles são parte essencial para qualquer projeto de Mentoria.

Nas grandes empresas, o entusiasmo é natural quando um novo programa de Mentoring é introduzido. Porém, esse entusiasmo não é transmitido, normalmente, para os verdadeiros interessados na Mentoria. A maioria dos Mentores não consegue transmitir o real valor dos seus programas. E os clientes não entendem seus benefícios. Seja nas grandes corporações, ou buscando clientes de Mentoria, você precisará convencer as pessoas que investir seu tempo, esforço e dinheiro trará resultado. Você deverá educar as pessoas sobre o potencial do programa.

Para isso, deve considerar as necessidades de seus clientes. Crie uma base sólida do que pode ser mudado na vida deles. Use dica de conhecer o público-alvo do passo anterior para ter mais impacto. Identificando isso, mostre como o programa de Mentoria causará mudanças positivas em suas vidas e ofereça soluções para os seus programas. Voltando aos exemplos de programas de Mentoria que citei logo no começo do texto, vou mostrar alguns exemplos de como fazer esse passo:

  • A dor da maioria dos Coaches é não ter clientes e viver completamente da profissão – eu sei porque também já passei por isso. O Coach que está criando um programa de Mentoria pode mostrar como a falta de clientes está prejudicando em diversos pontos da vida pessoal de seu público-alvo e oferecer soluções criativas para conquistar clientes.
  • O empresário que cria uma Mentoria percebe em seu público-alvo a falta de tempo para participar do programa, apesar do interesse. Ele pode educar seu público para ser mais eficiente no ambiente de trabalho e ter mais tempo livre para o programa.
  • Uma dor do nicho de emagrecimento é não ter saúde para aproveitar e brincar com os filhos. O Mentor desse mercado pode mostrar para seus clientes como eles poderão aproveitar melhor a infância de seus filhos com os resultados proporcionados pelo projeto.

Como você pôde ver, cada mercado tem a sua particularidade a ser aproveitada. Os programas de Mentoring de alto impacto não acontecem do nada. Eles são construídos através da educação dos clientes para atingirem as metas definidas. Esse conhecimento do público te ajuda a mostrar melhor os objetivos para os clientes. Não falando em números, mas em valores pessoais.

Conheça o público do seu programa de Mentoring.

Passo 3: Conheça seus clientes e respeite a individualidade

A individualidade é uma característica importante dos programas de Mentoria. Cada participante traz as suas competências, background pessoal, estilo de aprender e necessidades. Isso faz que uma boa estratégia para uma pessoa pode ser péssima para outra.

Isso deve ser levado em consideração também quando a Mentoria é feito em grupo. Apesar de seguir um padrão, você deve respeitar a individualidade de cada um de seus clientes. Para ser mais eficiente, nesses casos, pode criar uma lista para cada participante do grupo com suas características e escolher um método que se enquadre com a maioria. Mas, não esqueça de respeitar a individualidade da minoria.

Quando você tem um público bem definido e com uma persona de cliente ideal, é mais fácil atrair clientes para o programa com características semelhantes. Isso faz com que seja mais fácil trabalhar suas individualidades no coletivo.

Uma dica muito importante para aumentar o impacto do seu programa de Mentoring em grupo é criar grupos com pessoas que tenham métodos de aprendizagem favoritos semelhantes. Alguns são mais visuais, outros mais auditivos. Uns preferem escrever, outros ler. Perceba isso em seus clientes e organize-os para terem mais impacto juntos.

Passo 4: Guie as relações do programa de Mentoring

Como você pode ver, o seu programa de Mentoring já está criado, o seu público-alvo já está educado e você já conhece seus clientes. Está na hora de começar realmente. É neste momento que a Mentoria começa a trazer resultados. Lembre-se que este não é um processo rotineiro. Você deve trazer uma direção e um plano para seus clientes. É preciso estar sempre com eles. Você é como um guia que mostra todo o caminho.

Uma ótima maneira de começar é apresentando todos os objetivos e planos que desejam realizar. É importante para motivar o seu cliente a começar o programa empolgado e porque você mostra cumplicidade neste caminho.

A relação entre o Mentor e seu cliente pode ser um pouco delicada. Ponha-se sempre a disposição com tempo e relevância para ajudá-lo. Isso serve de impulso para o programa de Mentoria e fortalece a relação.

Outra forma de motivar durante o processo é não ter apenas um objetivo final. Crie pequenos objetivos no meio do caminho. Isso faz com que o seu cliente perceba que está alcançando os resultados para chegar ao objetivo final, aumentando a performance dos programas de Mentoring de forma inacreditável. Uma dica simples, mas realmente eficiente.

E você também deve criar oportunidades para trocar experiências. Mostre o que você pôde aprender durante o programa e faça com que seu cliente também lhe passe as lições que aprendeu. Essa conversa serve de feedback para saber os resultados, impactos e valores do seu Mentoring.

Passo 5: Analise todos os resultados

Neste passo, o clichê “por último, mas não menos importante” é definitivamente essencial. Essa é uma das partes mais importantes para todo o seu programa de Mentoria.

O Mentoring é um investimento significante para seus clientes. Todo o tempo, dinheiro e atividades investidas no programa são essenciais para os participantes. Você deve garantir que os resultados projetados estão sendo conquistados. A análise dos impactos te ajuda a resolver alguns problemas que podem ter acontecido no planejamento e conquistar ainda mais impacto nos próximos clientes.

Os programas de Mentoria precisam ser medidos, analisados e divididos em três categorias diferentes: O programa, o individual e a mecânica. Para isso, busque o feedback de seus clientes em cada fase do projeto para que possa reconhecer com maior eficácia os pontos fortes e fracos da sua Mentoria.

Para mostrar como fazer isso, vamos voltar aos três exemplos:

  • Para comprovar a eficácia de seus programa, o Coach que ensina novos Coaches a conquistarem clientes pode comparar o tempo que um profissional da área leva pra se fixar no mercado em média com o tempo que os seus clientes levam.
  • O empresário que ensina como empresas podem reduzir os seus custos podem comparar o dinheiro investido em seu programa com o valor economizado pela empresa em determinado período.
  • O Mentor de emagrecimento pode medir o tempo que seus clientes passavam com os filhos antes do programa, durante e depois para analisar se os resultados estão sendo realmente impactantes.

Essas análises aumentarão o impacto do seu programa de Mentoria e ainda melhorarão a sua saúde, fazendo com que traga cada vez mais cliente por mais tempo. Porém, essa primeira análise é apenas do projeto, ainda é preciso mensurar a mecânica e a individualidade.

Para a mecânica, existem alguns pontos que devem ser levados em consideração. O tempo de duração do programa é muito curto, longo ou ideal? Os participantes estão ansiosos para começar ou demoram? As suas dicas e conversas estão alavancando os resultados dos clientes? Busque sempre responder essas questões!

Já para os participantes, você deve entender o impacto do programa de Mentoring em suas vidas através do feedback. Pergunte aos seus clientes como a Mentoria está ajudando a conquistar os objetivos e se eles têm ideias para incrementar ainda mais seu programa.

Falando em feedback, que tal deixar o seu sobre este artigo?

Você já criou algum programa de Mentoring?

Qual foi o impacto dele na vida de seus clientes?

Você seguiu todos estes passos ou ainda não os conhecia?

O que achou deste guia pra criar um programa de Mentoria de alto impacto?

Deixe seu comentário aqui embaixo pra que possamos trocar experiências e ter ainda mais resultados em nossos projetos:

E-book grátis

3 dicas para DIVULGUAR E VENDER SEU PROCESSO DE COACHING