Blog

7 Dicas para Não Sofrer com a Falta de Clientes de Coaching

É quase que unanimidade. Em todas as pesquisas que realizo com Coaches, a maior dificuldade que eles encontram em suas carreiras é a de atrair clientes. Com isso, muitos relatam que não consegue viver de coaching.

Não se esqueça de cumprir todas essas dicas, por mais simples que pareçam, para atingir o sucesso profissional como Coach.

1 – Oferte mudança de vida e não sessão / hora

O objetivo principal do Coaching é ajudar as pessoas a superarem seus problemas e conquistar seus objetivos. O “serviço” (aquilo que seu cliente busca) é uma mudança de vida. Então, por que os Coaches ainda ofertam sessões / hora e não mudança de vida?

Um dos grandes segredos do marketing e atração de clientes, é saber ofertar muito mais que o serviço, mas ofertar a possibilidade de transformação, realizações e soluções possíveis de problemas e conquistas dos objetivos.

O Coach que atua dentro de um nicho de mercado já sabe quais são os grandes desejos de seu público alvo, ficando muito mais fácil ofertar os serviços. Um Coach que trabalha com pessoas em transição de carreira, por exemplo, pode fazer ofertas  à solução de arrumar o emprego dos sonhos. Esse assunto não pode ser confundido com promessa de resultado, são coisas completamente diferente. Temos que tratar esse assunto com possibilidades.

Se você ainda não tem um nicho de mercado, em outro artigo irei explicar a importância da escolha de um nicho de mercado no Coacching.

2 – Utilize as redes sociais para entender o comportamento do público alvo

O Coach com a mentalidade e comportamento empreendedor já sabe da importância de entender o comportamento de seu público e já ensinei diversas ferramentas para isso, como pesquisas digitais, pesquisas com os clientes, participar de eventos sociais etc.

Porém, muitos empreendedores, e não apenas os Coaches, ainda não enxergam o potencial das redes sociais para entender um pouco mais o comportamento de seu público alvo, limitando-as a ferramentas de divulgação.

A interação de seu público alvo nas suas redes mostra muito do que eles procuram. Através das publicações mais curtidas, visualizações, e dos comentários, nós podemos entender muito mais do que o nicho de mercado.

E você não deve limitar-se apenas as suas redes sociais. Busque Facebook, Youtube, Twitter etc. da concorrência para entender quais são os pontos fortes deles nas redes. Isso ajuda ainda mais.

Outra estratégia importante é entrar em grupos relacionados ao seu público. Se trabalhar com pequenos empresários, por exemplo, você pode procurar grupos de empreendedorismo para acompanhar de perto as discussões e comportamento do público.

3 – Networking: a palavra chave do marketing pessoal

Conhecer pessoas e criar relacionamentos profissionais! Não existe forma melhor de criar a marca pessoal como Coach. Toda conversa e interação pode ser um grande ponto de mudança.

Percebo que muitos Coaches estão trancados dentro de seu escritório ou em suas casas esperando os clientes (ponto que será falado mais à frente). Esse é uma grande erro e uma atitude que está longe de ser um Coach com mentalidade e comportamento empreendedor.

Participar de eventos sociais do seu público alvo, relacionar-se com pessoas diferentes e fugir da zona de conforto de conversar apenas com outros Coaches fará sua carreira dar um salto que você não acredita. Isso tudo pode parecer besteira aos olhos de quem ainda não está muito familiarizado com o empreendedorismo, mas uma das dicas mais valiosas para quem deseja empreender é: conheça, ao menos, uma pessoa nova por semana.

Essa postura é importante para fixar sua marca pessoal no mercado, fazer as pessoas te conhecerem e reconhecerem seu trabalho.

Está gostando? Cadastre-se para receber mais dicas exclusivas!



4 – Ofereça produtos e serviços para agregar valor

Eu já comecei este artigo dizendo que você não deve ofertar apenas a sessão ou hora, mas oferecer uma mudança ou transformação na vida de seus clientes. E, agora, eu digo ainda mais. Não ofereça a mudança através do acompanhamento apenas. Busque produtos e serviços para agregarem valor ao seu trabalho.

Quanto mais você agregar à imagem de seu acompanhamento, maior valor terá em relação à concorrência. O Coach pode oferecer um e-book que auxilia no acompanhamento, por exemplo, mas esse é um exemplo básico, você pode inovar muito mais.

Oferecer orientações digitais quando necessário, um canal de comunicação exclusivo com o cliente, inscrição gratuita em palestras e eventos, livros de terceiro que também auxiliarão no acompanhamento e até mesmo um livro físico escrito por você são outras alternativas comuns, mas você pode inovar.

A ideia dessa estratégia não está em vender produtos para seus clientes, mas em agregar valor ao seu serviço final, o atendimento. Então, pense bem nesses produtos para se tornarem complementares ao tratamento.

5 – Não dependa de indicação. Faça acontecer!

Eu poderia escrever um grande texto explicando porque você não deve depender de indicação e fazer acontecer, ir atrás de seus clientes, mas eu prefiro fazer um vídeo e postar no meu canal do youtube e te enviar por e-mail, para isto basta baixar o e-book no final desse artigo e automaticamente você estará recebendo todos os meus conteúdos.

6 – Mostre o seu potencial sempre, não apenas no atendimento.

Boa parte dos profissionais, e não apenas os Coaches, têm uma grande dificuldade de mostrar seu potencial quando estão fora de seu ambiente de trabalho. É como se, ao sair de seu ambiente profissional, ele desaprendesse tudo.

Esse é um pensamento antigo, arcaico, que ainda permeia a mente de muitas pessoas, mas não pode poluir a mente do Coach com mentalidade e comportamento empreendedor. Uma pessoa com mentalidade e atitude empreendedora não é empreendedora apenas no trabalho, mas o tempo todo. Tudo pode ser uma oportunidade.

Pense da seguinte forma: cada pessoa que você conversa pode precisar de ajuda sua área de atuação e, se ela não precisar, é bem provável conhecer alguém que precise. Você está construindo sua marca pessoal em todos os contatos e atitudes cotidianos, não apenas quando está em seu ambiente de trabalho. Até mesmo suas publicações nas redes sociais, por mais pessoal que sejam, trabalham para construir sua marca pessoal e a imagem que boa parte das pessoas terão de você.

Pensando dessa forma, por que demonstrar todo seu potencial somente quando está com um cliente? Seja um Coach de sucesso 24h por dia e as pessoas passarão a te reconhecer como e farão seu escritório ter cada vez mais clientes.

7 – Faça ofertas de serviço únicas, não siga um roteiro padrão

Como você pode ver, muitas das dicas que dei aqui são para trazer o público alvo até seu serviço e conhecer seu trabalho, mas essa última é especial. Ela é para converter as pessoas que procuram ajuda em clientes.

Todo Coach sabe que cada caso é um caso, mas na busca das atitudes empreendedoras e maiores resultados em seus atendimentos, eu vejo que muitos engessam a apresentação do trabalho e a “negociação” para o cliente contratar, deixando a individualidade apenas para o atendimento.

Fuja disso! Você sabe o que o seu público alvo procura no geral, mas não o que aquela pessoa sentada na sua frente procura de forma específica. Por isso, darei uma dica para você conduzir a “negociação” e transformá-la em cliente: Faça somente perguntas nos primeiros cinco minutos de conversa. Quando você informa o valor, naquele momento o  cliente é um consumidor, e a maior prova disso que normalmente pede-se desconto ou alternativas de pagamento, esse tipo de comportamento é único de quem consome produto ou serviço.

É claro que você já está acostumado a conduzir a conversa com seus clientes, faz parte do trabalho, mas conduzi-la também no momento em que ele deseja te contratar é uma forma de entender quais são seus anseios e necessidades para fazer uma oferta única, exclusiva e especial para aquele cliente. Essa é sua chance de mostrar que realmente entende seus problemas e desafios da vida!

Vamos relembrar?

Ufa! Este texto foi grande. Um pouco maior do que os que eu costumo fazer, mas muitos Coaches têm me relatado suas dificuldades em atrair e conscientizar seus clientes. Por isso, eu dediquei um tempo especial para escrever este artigo.

Por mais que algumas dessas dicas sejam extremamente simples, não deixe-as de lado porque têm uma grande importância. Um erro que percebo em muitos profissionais é achar que as estratégias simples não dão resultado. Então, vamos recapitular cada uma das dicas para não deixar nenhuma passar?

  • Não oferte apenas hora / sessão. Oferte uma possibilidade de  mudança ou transformação na vida de seus clientes.
  • Use as redes sociais para se divulgar seu conteúdo, mas não esqueça de estudar o comportamento da sua rede de contatos e grupos específicos.
  • Conheça cada vez mais pessoas. Costumamos viver em comunidades, então, quando conhecemos alguém, fazemos nosso nome em toda a comunidade que ela participa.
  • Crie produtos e serviços que agregarão valor ao seu acompanhamento.
  • As indicações são importantes para atrair clientes, mas depender somente delas pode ser o fim da sua carreira.
  • Seja um Coach de sucesso 24h por dia, não apenas quando está trabalhando.
  • Entenda as necessidades de cada cliente e faça ofertas de serviços únicas.

Está pronto para implantar essas dicas em seu dia a dia? Comente aqui embaixo quais dicas mais abriram seus olhos para o empreendedorismo no Coaching e qual sua área de atuação que eu te darei uma dica única:

E-book grátis

3 dicas para DIVULGUAR E VENDER SEU PROCESSO DE COACHING